Publicado por: webcinco | outubro 27, 2009

Fotografias de Robert Polidori

(Fonte: MCB)

 De 07 de outubro a 12 de novembro de 2009.

 Com impressionante riqueza de detalhes, a exposição, que esteve no Instituto Moreira Salles (IMS) do Rio de Janeiro, traz uma retrospectiva de Robert Polidori e apresenta seus principais ensaios fotográficos realizados desde os anos 80, como as séries sobre Havana e Beirute; as cidades de Pripyat e Chernobyl, quinze anos após o acidente nuclear ocorrido em 1986; e Nova Orleans devastada pelo furacão Katrina, em 2006. Sem aderir a ideologias específicas, Polidori cria um comentário ácido sobre as conseqüências de diferentes políticas internacionais e trata de grandes desastres naturais ou sociais que marcam a história contemporânea, registra a ação do tempo sobre as coisas, e o impulso humano de construção e destruição.

Foto Divulgação

Foto Divulgação 

Traz também cenas urbanas como Nova York, nos anos 1980, quando registrou o interior de apartamentos atacados por vândalos. Naquela época, grupos de jovens costumavam invadir e depredar apartamentos em que o morador, quase sempre um idoso solitário, havia recentemente morrido. Essa situação foi a primeira a despertar no artista a vontade de registrar com sistemática os resultados materiais de um acontecimento violento. São as únicas imagens da exposição mostrando a cidade de Nova York, onde Polidori vive e trabalha, no entanto revelam de maneira exemplar os interesses que envolvem seu trabalho.

 Nascido em Montreal, Canadá, em 1951, Robert Polidori vive e trabalha em Nova York. Nos anos 1970, atuou como assistente de Jonas Mekas no Anthology Film Archives, em Nova York, e realizou diversos filmes experimentais. Em 1979, concluiu mestrado na State University of New York, em Buffalo, passando a se dedicar integralmente à fotografia still. Entre 1998 e 2007, trabalhou como fotógrafo da revista The New Yorker, colaborando regularmente também para publicações como Geo, Architectural Digest Germany, Nest Magazine, Newsweek e Vanity Fair. Polidori realizou diversas exposições coletivas e individuais, entre as quais se destaca New Orleans after the Flood, no Metropolitan Museum of Art, Nova York, em 2006.
  
Realização: Instituto Moreira Salles 
 Ingresso: R$ 4,00 – Estudantes: R$ 2,00
Gratuito aos domingos e feriados
 

Museu da Casa Brasileira

 Endereço: Avenida Brig. Faria Lima, 2705. Jd. Paulistano – São Paulo – SP.
Como chegar >>
Telefone: 11 3032 3727.
Atendimento: terça a domingo das 10h00 às 18h00.
Site: www.mcb.sp.gov.br
E-mail:
Obs.: Entrada R$ 4 estudante R$2.

 Postado por Ana Carolina Domingues

Mais dicas de cultura e lazer acesse É Grátis
logo_pequeno

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: