Publicado por: webcinco | agosto 19, 2009

Primeiros Passos, Últimas Palavras

FONTE MASP

Yang Shaobin no Brasil
Até 18/10
Terça a domingos e feriados das 11h às 18h
Quintas das 11h às 20h

 

Divulgação

Divulgação

Um dos primeiros artistas chineses a conquistar o Ocidente, Yang Shaobin traz ao Brasil 50 obras produzidas de 96 até os dias de hoje, algumas delas nunca exibidas.  Inquietação política e crítica social em retrospectiva inédita de Shaobin, expoente chinês que sacudiu a arte contemporânea no Ocidente. Destaque em 99 na Bienal de Veneza, artista mostra sua percepção sobre a violência política e social em telas como as dedicadas a Fidel Castro, Saddam Hussein e as vítimas da intolerância.

Com curadoria de Tereza de Arruda e por seu galerista Alexander Ochs para o MASP, “Primeiros Passos, Últimas Palavras” marca a estréia do artista na América Latina e traz pinturas sobre tela e desenhos sobre papel.
 
Em imagens de rostos deformados, corpos pintados em vermelho-sangue, policias fardados e chefes de estados, a exposição traz a abordagem estética e conceitual do artista sobre a violência contemporânea. Um dos trabalhos centrais de sua última exposição em Berlim, “Rosto Forte (Martin Kippenberger)”, de 2009, é registro de uma agressão que Kippenberger sofreu por parte de um grupo de punks em Berlim, em 1979, e faz parte da série Vermelha, marcante no trabalho de Shaobin.
 
A inquietação política do artista pode ser constatada ainda em obras como “Quem”, de 2006, na qual remete facetas conhecidas do ex-ditador do Iraque Saddam Hussein, além de trabalhos dedicados a Fidel Castro, composto por imagens divulgadas pela imprensa em suas últimas aparições públicas, num paralelo entre a fragilidade dos corpos e o fracasso dos regimes.

 Destaca-se também uma série dedicada aos trabalhadores das minas de carvão da China, cuja rotina se passa a 800 metros abaixo da superfície.  Num conjunto que apresenta uma visão globalizada da violência, Shaobin reforça a necessidade de progresso constante nas relações entre Ocidente e Oriente. “Na arte a colaboração entre culturas é tão importante quanto em relações comerciais. É uma cadeia de dependência mútua, em que cada link está contido no outro”, afirma o artista.

 

Serviço:
Primeiros Passos, Últimas Palavras
Ingressos: Inteira: R$ 15,00. Estudantes: R$ 7,00. Gratuito até 10 anos e acima de 60 anos. Às terças-feiras a entrada é gratuita para todos.
Classificação etária: Livre

Museu de Arte de São Paulo – MASP – Museu Assis Chateaubriand

Endereço: Paulista, 1.578 – Bela Vista – São Paulo – SP.
Como chegar >>
Telefone: 11 3251 5644
Atendimento: quinta-feira das 11h00 às 20h00.
Terça, quarta, sexta, sábado, domingos e feriados das 11h00 às 18h00.
Site: http://masp.uol.com.br/
E-mail: atendimento@masp.art.br
Obs.: Agendamento para grupos e escolas: agendamento@masp.art.br

Programação sujeita à alteração, antes de sair de casa confirme datas e horários.

Para mais dicas acesse É Grátis

logo_pequeno3

Postado por Ana Carolina Domingues

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: