Publicado por: webcinco | maio 4, 2009

Saldos da Virada

Por Rodrigo Arantes
Show de Geraldo Azevedo na Virada Cultural

Show de Geraldo Azevedo na Virada Cultural

Semana passada dedicamos o Blog à programação da Virada Cultural. Acho que essa semana podemos dedicar ao menos alguns dias para comentar a Virada, as coisas boas e as coisas que precisam melhorar. Vou contar aqui um pouco da minha Virada, e gostaria que nossos leitores compartilhassem a Virada de cada um.

Fui no “setor nordestino” da Virada. Desci na estação São Bento e fui para o Vale do Anhangabaú para curtir o show do Geraldo Azevedo. Me assustei um pouco com relação ao ano passado, havia uma multidão que parecia não estar muito atrás de cultura ou lazer, mas sim de bagunça. Não sei se é porque no ano passado minha Virada começou às 20h00 e este ano às 22h00. Bom, tudo bem, o centro da cidade durante a noite é sempre um misto de romantismo e perigo.

Fui em direção ao palco do show. A multidão era enorme, segundo os organizadores havia 80 mil pessoas para ver e ouvir o pernambucano. Achei o número estranho, afinal de contas, 15 dias atrás disseram que 25 mil pessoas assistiram ao Andrea Bocelli, e lá sim, eu vi muuuuita gente.

Quando cruzei a Ipiranga com a Avenida São João, alguma coisa não aconteceu no meu coração, mas sim no meu pulmão, pois fui obrigado a tragar, por vias involuntárias, vários “cigarros alternativos”. Quando cheguei perto do palco estava quase com overdose e, hoje, estou quase com crise de abstinência.

Claro que estou exagerando, mas deu muita pena ver tantos jovens se acabando nas drogas e bebidas. Eu sei que todo mundo precisa sobreviver e, na Virada, estava cheio de carrinhos vendendo refrigerante, cerveja, vinho, pinga com mel, pinga pura e tantas outras coisas puras que nos deixam impuros. Se eu estiver sendo radical, peço que comentem sua opinião. Mas acredito que se a venda de bebidas alcoólicas fossem controladas durante eventos como esse, poderíamos nos divertir mais.

Finalmente cheguei perto do palco – algo como uns dois quarteirões de distância – e lá sim, subtraí 77 mil pessoas da contagem oficial e posso garantir que naquele pedaço havia cerca de 3 mil pessoas realmente curtindo, dançando e cantando junto com o Geraldo Azevedo. Aí ficou divertido e pude usar todo o meu gingado que possuo no joelho direito. Explico como é a dança do joelho direito: fique parado, estático, braços caídos e flexione o joelho direito, depois volte-o para o lugar. Está feito, você já merece o diploma na minha escola de dança.

Depois que Geraldo Azevedo cantou “já vou embora, mas sei que vou voltar” eu também fui. E descendo a São João, depois de ver a Carmem Miranda cover e o Ciclista Prateado, me deparei com a Kombi do Forró, e mais uma vez botei o meu joelho direito pra ferver.

Assim não dá, sem condições, eu precisava aprender a dançar. Eu sabia que o ônibus da Dança estava do lado do viaduto Santa Ifigênia, então, é pra lá que eu fui. Quando cheguei iria começar a aula de salsa, os professores tinham acabado de subir no palco. Pronto, estava resolvido o meu problema de dança, foi uma evolução na minha vida. Agora, além do mutchatcho aqui usar o joelho direito, também estou craque no ombro esquerdo. O corpo, infelizmente, continua estático.

Essa foi a minha Virada, comente aqui a sua também.

Anúncios

Responses

  1. Eu sei, já fui “fumante por tabela” ! Não é fácil,rs…Ano passado também tinha um cheiro agradável de “odores alternativos”, especialmente na Ipiranga x São João!

  2. Fui convidada a produzir o show de Arthur Maia no Teatro Municipal, ou seja, não vi nada sem ser o mesmo e, mesmo assim, a trabalho!
    Mas às 5 da manhã, quando estava chegando no Teatro e vi aquelas milhares de pessoas nos ônibus, nos metrôs e, principalmente, nas ruas, achei lindo e fiquei até mesmo orgulhosa!
    Pessoas de tribos e perfis variados divertindo-se juntas, sem brigas e discussões por causa de diferenças, isso é a SP dos sonhos…
    Meu saldo?
    Positivíssimo!
    Adorei trabalhar com o pessoal do Teatro Municipal, os shows que consegui espiar estavam ótimos e o show do Arthur Maia foi um sucesso!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: